Ontem era um dia como outro qualquer.
Faltando apenas um item para finalizar minha meta semanal, fui para minha última tarefa: atualizar o perfil da Midhaz no Linkedin.
Diga-se de passagem, não fazia ideia como iria completa-la. Aliás, nem sabia que existia um perfil da Midhaz por lá.
Com dificuldades, porque descobri que tinha uma conta e não conseguia lembrar da senha, entrei no Linkedin.

A rede social Linkedin

Foi como se estivesse conhecendo o Facebook pela primeira vez.
Não existia espaço para fotos, vídeos ou interesses casuais serem publicados, ao invés disso, o feed era composto por artigos, cases de sucesso e experiências profissionais.
Enxerguei inúmeras oportunidades e novas possibilidades, como se fosse meu primeiro contato com alguma rede social.
Só que neste caso, era a minha vida profissional que estava em jogo.

Marketing pessoal

Para falar um pouco mais sobre o Linkedin, primeiro preciso explicar o que é marketing pessoal.
Marketing pessoal é um conjunto de estratégias para construir e fortalecer sua marca pessoal, a imagem que outras pessoas tem de você.
Entendeu? Olha só como funciona na prática.
Semana passada, tivemos uma entrevista de Inside Sales na Midhaz, que começou de maneira pouco convencional.
Pedimos para o candidato se apresentar e falar brevemente sobre si mesmo. Sua primeira frase foi: “Meu nome é Vitor e minha maior habilidade é me vender!”
Quase que no mesmo segundo, nosso VP de vendas exclamou: “Perfeito! É alguém assim que estamos procurando, se venda para nós!”
Ele nos encarou, fez uma cara de quem estava meio perdido e respondeu: “Ué, mas agora? Na hora assim eu não consigo!”
Rimos muito.
Mas essa não é a maneira correta de trabalhar o seu marketing pessoal.

Somos todos vendedores

Seu maior produto, é você mesmo.
Marketing pessoal é saber se vender. É dizer porque você é indispensável para seu time, o motivo que deveria ser contratado ou qual é sua importância em uma sociedade.
Nos vendemos o tempo todo.
Coisas simples, como influenciar sua mãe a preparar seu prato favorito, até decisões importantes, como discutir com seus sócios o rumo que sua empresa irá tomar.
Por que online seria diferente?

Construindo sua presença online

Tenho certeza que você já escutou aquela máxima: “Quem não é visto não é lembrado.”
Se pudesse converter essa frase em algum termo mais prático direcionado ao ambiente online, seria algo como o Marketing de conteúdo.
Marketing de conteúdo é uma maneira de criar valor para as pessoas através de um conteúdo relevante, gerando engajamento para sua página, blog ou empresa.
Criamos conteúdo o tempo todo em redes sociais, postando fotos, vídeos, compartilhando links e assim vai.
Você já pensou em utilizar esse conteúdo a seu favor?

Reconhecimento em sua área profissional

É aí que entra o Linkedin.
Imagina escrever um artigo para seus colegas de trabalho, chefes, subordinados e todos os profissionais de sua área.
Não seria uma excelente maneira de demonstrar seus conhecimentos?
A oportunidade de uma promoção?
Adquirir novos clientes?
A melhor maneira de obter reconhecimento em sua área profissional é se tornar referência no assunto.

Então, o que você está esperando para começar a produzir conteúdo no Linkedin?

Tentei simplificar conceitos complexos e explicar algumas particularidades do marketing digital de maneira didática.
Além do Linkedin, existem inúmeras outras ferramentas para impulsionar sua carreira ou empresa de maneira simples e eficiente.
Falarei mais sobre elas em outra oportunidade.

Gostou? Me siga no Linkedin.
Semanalmente, escrevo novos artigos relevantes, objetivos e didáticos, como este daqui.
Um abraço,
Henrique Meireles.

Marketing pessoal, Linkedin e o que você tem a ver com isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[if lte IE 8]
[if lte IE 8]
Bitnami