A Black Friday vem ganhando mais força no Brasil a cada ano. Hoje ela já tem tanta importância quanto outras datas principais no calendário comercial, como o Natal e o Dia das Mães. Aproveitando esse crescimento, muitos lojistas se perguntam: como vender na Black Friday?

Neste artigo, você vai entender mais sobre o que representa essa data tanto para o público quanto para o comércio virtual, e aprender como aumentar o faturamento conquistando novos clientes. Boa leitura!

O que é a Black Friday?

O termo surgiu ganhou popularidade nos Estados Unidos na década de 1990, e anos depois passou a representar o principal período de faturamento no varejo do país. Isso porque está ligado a duas das datas de maior importância cultural e comercial por lá: o Thanksgiving Day (Dia de Ação de Graças) e o Natal.

No dia após o feriado de Ação de Graças (que cai sempre em uma quinta-feira), muitas lojas dão descontos maiores do que em qualquer outra época do ano. Por isso, muitas pessoas conseguem folga no trabalho para formar grandes filas ainda de madrugada.

A Black Friday é responsável por adiantar as compras de compras de Natal dos norte-americanos, sendo peça-chave no comércio local. De olho nesse faturamento, outros países passaram a incorporar a data, mesmo não tendo um Thanksgiving day.

E no Brasil?

No Brasil, a Black Friday estreou oficialmente em 2010, movimentando apenas R$ 3 milhões em e-commerce. Já em 2018, em sua nona edição, o faturamento online foi de R$ 2,6 bilhões. Esses números mostram o crescimento exponencial da data no país.

De acordo com um levantamento realizado pela Ebit/Nielsen, foram mais de quatro milhões de pedidos, feitos por quase 2,5 milhões de consumidores únicos a um tíquete médio superior a 600 reais.

Como vender na Black Friday?

Com tamanho potencial de faturamento, os lojistas virtuais precisam aproveitar a data para vender mais na Black Friday. Mas com tanta concorrência, é preciso ir além para conseguir resultados ainda melhores. Por isso, listamos abaixo algumas dicas matadoras. Confira:

1. Tenha uma boa estratégia

Enquanto os clientes ficam pesquisando preços durante meses para encontrarem a melhor oportunidade de compra, os lojistas também devem se planejar com bastante antecedência.

Se você realmente quer fazer da Black Friday uma das mais lucrativas épocas comerciais do seu calendário, comece a montar sua estratégia de vendas e divulgação com antecedência suficiente para garantir que tudo dê certo.

Quais serão os produtos oferecidos com desconto? Qual será o desconto oferecido? Haverá outras ações para atrair o consumidor? Como garantir que essa será a melhor oferta do mercado? Essas são algumas das perguntas a serem feitas.

2. Saiba que preço não é tudo

É claro que o preço de um produto é decisivo para a consideração de uma compra. Mas esse não é o único. Opções de parcelamento, ausência de juros e frete grátis podem, além de atrair consumidores, fazer com que eles escolham a sua loja e não outras que praticam o mesmo preço.

Por isso, além de oferecer descontos no valor dos produtos, aposte nessas facilidades e pense sempre em como converter cada visitante do seu site em cliente.

3. Entenda os desejos do consumidor

Por falar em visitantes, não adianta oferecer um super desconto em tablets se o que ele quer mesmo é comprar smartphones. Por isso, faz parte da montagem da estratégia sondar os desejos de consumo dos visitantes da sua loja e também de possíveis clientes.

Uma maneira de fazer isso é listar quais são os produtos mais vistos do seu site. Você consegue essas informações com a ajuda do Google Analytics. Assim você vai saber quais ofertas podem ser mesmo imperdíveis na Black Friday.

4. Aproveite para rodar o estoque

Além dos produtos de primeira necessidade do público, há ainda aqueles que você deve investir para que também sejam vendidos. Os produtos parados em estoque, por exemplo, têm na Black Friday uma boa chance de venda. Basta torná-los atraentes com preços e condições sedutores.

Outra opção são os “produtos isca”, aqueles mais baratos e que vendem mais. Pelo preço mais baixo, a demanda é maior, mas eles podem ser gatilho para vendas complementares e maiores.

Há ainda os produtos que têm maior margem de lucro, logo, permitem uma margem maior para desconto. Pode não parecer uma boa ideia sacrificar parte dos lucros em prol de um volume maior de vendas, mas faças as contas: às vezes é melhor vender mais lucrando menos do que não vender e não lucrar.

5. Invista em divulgação

Como vender na Black Friday se os consumidores não têm acesso à sua loja? Além de ter uma boa estratégia para converter visitantes em clientes, é preciso também atraí-los.

Utilize as redes sociais para divulgar sua loja e seus produtos não apenas na Black Friday. Não tem erro: quanto mais pessoas virem, maior a chance de elas se interessarem, acessarem a sua loja e comprarem algo.

O Facebook e o Instagram são as redes sociais mais utilizadas, portanto, as melhores oportunidades de negócio. Algumas formas para ajudar na sua divulgação:

  • Mude a foto de capa do seu Facebook com informações da Black Friday;
  • Publique conteúdos com informações da campanha;
  • Divulgue essas informações também no Stories do Instagram;

6. Ajuste o layout da sua loja

Ao entrar na sua loja, o primeiro estímulo que o cliente tem é o visual. Por isso,  é preciso que ele seja bem atrativo e com informações claras da Black Friday para chamar atenção dos seus clientes. Vender pela internet exige criatividade e muita estratégia!

Durante o período desse evento, é importante a personalização do seu layout. Troque o seu banner para uma chamada da Black Friday. Assim que seus visitantes entrarem na sua página, eles vão ter acesso a essa informação.

7. Reative contatos antigos

Que tal aproveitar a Black Friday para entrar em contato com pessoas que já compraram na sua loja? O e-mail é uma arma poderosa quando o assunto é vendas, e pode trazer vendas por meio da comunicação de promoções e boas condições de pagamento.

Crie um fluxo de e-mails que serão enviados em uma certa sequência e em um determinado intervalo de tempo, mas sem excessos. Dessa forma, você passará uma boa impressão e poderá fidelizá-los.

Não deixe ninguém de fora da promoção. Ressalte a importância da Black Friday, falando sobre as promoções da sua loja. Esse fator irá chamar a atenção das pessoas. Para isso, crie um título criativo e que resuma a importância de não perder a promoção.

Lembre-se de que quem é o protagonista do e-mail: seus produtos. Então, foque em falar da utilidade e sua importância para quem for adquiri-los. Escolha os melhores produtos da sua loja que estejam em promoção, com um desconto bem atrativo e insira fotos ao seu e-mail. Imagens são sempre uma boa escolha para as pessoas se identificarem com a sua marca.

Qual a importância de vender bem nessa data?

Se você acha que a Black Friday é uma data sem expressão comercial no Brasil por ser originalmente estrangeira, pode ir mudando de ideia. Para ajudar, vamos dar algumas informações importantes.

De todas as pessoas que compram nessa data, 34% são clientes novos. Isso representa uma oportunidade real de fazer novos clientes e, claro, fidelizá-los. Isso porque a fidelização é mais barata e fácil de se fazer do que a conquista de novos compradores.

Por falar em fidelização, 78% das pessoas voltam a comprar na loja após a primeira compra feita pela Black Friday. Mas claro que isso também depende de outros fatores, como aparência do site, estabilidade e segurança.

A maioria das compras realizadas nesse período são feitas online. Por isso, acredite na força do seu e-commerce e espere um crescimento ainda maior de vendas e de faturamento virtual. Com essas dicas, você vai longe!

Viu como a Black Friday pode fazer a diferença nas suas vendas?  Sem uma boa estratégia e muita divulgação não tem como vender na Black Friday, e por isso você já deve começar a se preparar. Leia outro artigo e veja como ser um bom vendedor!

Como vender na Black Friday: 7 dicas matadoras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[if lte IE 8]
[if lte IE 8]
Bitnami