Ter um negócio próprio é o desejo de muitas pessoas, porém várias desistem ao se depararem com questões logísticas pertinentes ao funcionamento dele, especialmente quanto à necessidade de ter um estoque.

Podemos definir estoque como o termo utilizado no cotidiano empresarial para nomear o armazenamento dos produtos que serão comercializados. Para gerenciá-lo, muitas etapas são necessárias, como o controle da entrada e saída dos materiais, o contato com fornecedores e a contratação de funcionários para essa função. 

Outro fator importante nesse processo é a exigência de um espaço físico que possibilite realizar essas ações, sendo que, conforme o tipo de empreendimento, algumas regras devem ser seguidas (como no caso de produtos perecíveis). 

Caso isso não chame muito a sua atenção, aí vai uma boa notícia: existem diversos tipos de negócios que não precisam de estoque. Quer conhecer algumas opções? Então confira as dicas que preparamos para você. 

1. Home office

home office não é especificamente um negócio, mas um formato de trabalho que engloba diversos tipos de empreendimentos, sendo que a maior parte deles não precisa de estoque. 

Dentre eles, podemos citar os que têm mais foco na oferta de serviços, o que naturalmente dispensa o armazenamento de produtos. Alguns exemplos são os serviços administrativos, o marketing digital e a área de tecnologia.

Opções assim permitem ter foco no processo de criação e no cumprimento das demandas sem precisar passar pelas questões burocráticas que o gerenciamento de um estoque exige. 

2. Consultoria especializada

Usar a sua área de conhecimento para prestar consultoria a empresas que necessitam de ajuda de um profissional específico é uma excelente maneira de ter um negócio que não precisa de estoque. 

Essa forma de empreender vem crescendo muito, já que a competitividade do mercado exige que as empresas busquem esse tipo de auxílio para conseguir os resultados almejados. 

3. Serviços de beleza

Esse nicho é sempre lembrado pelas boas possibilidades de lucros e por não exigir grande estrutura para realizar os trabalhos. 

Além do tradicional ponto fixo, serviços em domicílio também podem ser ofertados, o que expande a forma de atuação de maneira considerável.

Por mais que seja um mercado de alta concorrência, existe sempre demanda e atualizações na forma de atuar para alcançar o destaque necessário. 

4. E-commerce

E-commerce sem ter estoque? Como isso é possível? Sim, sabemos que essa sugestão pode parecer estranha, mas existem diversas maneiras de realizar vendas pela internet sem depender desse fator. 

Uma delas é a comercialização de produtos digitais, como cursos on-line, e-books e arquivos de áudio. 

Mas você sabia que também é possível comercializar produtos físicos sem ter um estoque? Sim, hoje em dia existe a opção de ter uma loja virtual que reúna produtos de vários fabricantes e na qual todo o processo logístico, incluindo a entrega, seja feito por uma empresa especializada. 

Essa é uma excelente forma de gerar vendas e que não exige esforços em relação ao gerenciamento dos produtos.

Com base nessas sugestões, fica mais fácil você investir em tipos de negócios que não precisam de estoque e realizar o seu sonho de empreender. 

Quer continuar recebendo dicas bacanas como estas? Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de todas as novidades! 

4 tipos de negócios que não precisam de estoque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[if lte IE 8]
[if lte IE 8]
Bitnami